Dark Souls é um jogo que provoca sensações mistas: em dado momento o jogador pode estar satisfeito com seu desempenho, mas basta um pequeno descuido para que a cruel realidade mostre-se muito diferente. Perder um quantidade relevante de almas pode ser um dolorido aprendizado para os mais afoitos.

E o terceiro capítulo da saga continua tão ou mais cruel que os seus antecessores, exigindo que todos os jogadores mantenham-se sempre atentos.

Mesmo que em alguns aspectos o mais recente lançamento esteja mais acessível, os combates apertados, inimigos imponentes e níveis complexos podem afugentar aqueles que não estejam familiarizados com o estilo. Pensando nisso, oferecemos pequenas dicas para os iniciantes.

1 – Comece como Cavaleiro

Em Dark Souls 3 existem várias classes diferentes de personagens, as quais cada uma delas oferece variações sobre um conjunto de atributos que complementam estilos de jogos diferentes.

Para os iniciantes, a melhor opção é começar com o “Cavaleiro” pois ele uma boa combinação de espada e escudo (a mais clássica e preferida), além de ter mais pontos em força e vigor, também é a mais resistente contra danos desde o início.

Em resumo, é uma classe bem equilibrada em todos os atributos, que conta com uma das melhores armaduras iniciais do jogo.

2 – Invista em seu vigor

Na medida em que inimigos são derrotados, o jogador recebe almas que podem ser trocadas em pontos de habilidades e materiais.

Conforme “almas” forem conquistadas, opte por investir em “vigor”. Ele é uma das habilidades mais importantes do game. Quanto maior for sua quantidade, maior será a resistência ao dano recebido.

3 – Rolagem é uma das melhores táticas em batalhas

Para se livrar dos ataques inimigos, considere sempre a opção “rolagem”. Se esquivar de investidas é sempre mais prudente do que depender de escudos. Mas, é necessário gerenciar a barra de resistência, evitando que ela fique baixa.

Vale lembrar que o sistema de rolagens deste novo capítulo é um pouco diferente dos jogos antecessores. Os movimentos serão divididos em rápidos e lentos, e não mais uniformes. Por isso, logo no início, aprenda a diferenciá-los.

4 – Não se preocupe tanto com os atributos (build)

Conforme você progride e começa a compreender como os inimigos se comportam, como funcionam as distribuições de habilidades, é natural que ocorram investimentos errôneos em determinadas características. É comum acreditar que um determinado upgrade ajude, quando na verdade ele não contribui muito.

Portanto, não se arrependa! Em vários momentos é possível encontrar NPCs que permitem realocar pontos de atributos.

5 – Não carregue equipamentos demais

Um dos erros mais comuns dos iniciantes é o desejo de carregar tudo o que for possível, muito em virtude da insegurança.

Mas, uma quantidade excessiva de bagagem certamente fará com que o personagem fique mais lento e com a agilidade comprometida. Com isso, as esquivas perderão a efetividade.

O ideal é escolher bem o que vai carregar, sem ultrapassar um limite de 70% da capacidade disponível.

6 – Seja cauteloso e observador

Em hipótese nenhuma baixe sua guarda. Regra básica. Por vezes, um só segundo de distração pode ser fatal, fazendo com que a frase “You Died” seja o resultado final.

Mesmo que o local pareça calmo, com apenas um baú, fique atento. Este reluzente recipiente pode ser um disfarce para um tenebroso inimigo.

Para evitar ser pego de surpresa, ao se deparar com baús e paredes suspeitas, vale acertar um hit antes de se aproximar efetivamente. Se for um inimigo, você estará preparado para a batalha, se não for, não perderá nada por ser cauteloso!

7 – Não acumule almas

Nunca enfrente inimigos poderosos ou mesmo saia explorando os cenários carregando grandes quantidades de almas. Escolha a categoria (de preferência vigor) e invista o mais rápido possível ao avistar uma fogueira.

8- Confira sempre a quantidade de poções disponíveis

Estus Flask, poção que recupera HP, devem ser estocadas. Elas são reabastecidas a cada vez que o jogador visita uma fogueira. Considere sempre aumentar a quantidade deste item no seu inventário.

Outra poção importante para se manter em estoque é a Ashen Estus Flasks, responsável pela recuperação dos Focus Points, uma espécie de barra de mana. Aqueles que utilizam Piromancias e magias devem sempre manter estoque deste item.

Porém, tenha em mente de que é preciso equilibrar as Estus Flasks e as Ashen Estus Flasks, uma vez que o jogo não permite que você tenha muitas de cada uma delas, mas uma quantidade restrita. Use com sabedoria!

9 – Observe e aprenda os comportamentos padrões

Apesar dos chefões terem “fases” diferentes, ou seja, tomam comportamentos alternados no meio das batalhas, eles seguem um padrão de combate. Atenha-se aos golpes especiais que são precedidos após combos rápidos.

10 – Não se apegue a quantidade de almas que possui

Um erro comum dos novatos é tentar, desesperadamente, recuperar almas perdidas logo após uma morte. Na expectativa de chegarem rápido ao local de “resgate”, muitos baixam a guarda, esquecem de analisar os cenários e acabam se tornando alvos fáceis.

Sempre aprenda com seus erros anteriores, tentando não cometê-los novamente. Esta é uma das grandes lições de Dark Souls.

11 [Bônus Extra] Nem todos os inimigos devem ser enfrentados.

No início da aventura, como em todos os jogos da série, seu personagem é extremamente vulnerável a quase todos adversários. E, mesmo no início, alguns inimigos são excessivamente fortes, sendo quase impossível derrotá-los. Portanto, fuga!

Isso não é covardia, de modo algum. Trata-se apenas de uma estratégia para que no futuro você tenha condições de vitória.

Mesmo que estas dicas possam lhe ajudar, paciência e persistência são fundamentais. Certamente você será recompensado com a glória!