A torcida brasileira mostrou sua força e a Luminosity Gaming pode estar na próxima ESL Pro League Season 4. A equipe foi uma das vencedoras da votação popular que definiu as concorrentes à vaga da liga de US$ 750 mil.

 

Para conseguir de vez o lugar na Pro League, a LG terá de vencer a Echo Fox em uma série melhor de três que ainda não tem data definida. É sabido que a fase online da liga começa no próximo dia 17, portanto, o jogo decisivo ocorrerá antes dessa data.

Caso vença, a Luminosity se juntará às brasileiras SK Gaming e Immortals na principal liga online do cenário competitivo. Em caso de boa campanha, a equipe pode até disputar as finais da liga, que aconteceram no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, entre os dias 28 e 30 de outubro.

Recém-contratados pela LG, Bruno “bit” Lima e seus companheiros têm chamado a atenção pelo bom desempenho nas ligas menores e já conquistaram dois títulos em pouco menos de três meses de estadia norte-americana.

No “tapetão”, Virtus.pro pode voltar a Pro League

Na Europa, a polêmica se confirmou e a Virtus.pro foi uma das eleitas para a disputa da vaga. A equipe foi rebaixada na última edição do torneio e parte da comunidade não aceitou bem a inserção dos poloneses na enquete. O adversário da VP será a GODSENT. O jogo ocorre no próximo dia 15.

No Twitter, Markus “pronax” Wallsten, capitão da GODSENT, já havia registrado sua infelicidade com a adição dos poloneses na votação. O jogador ainda criticou a ESL por “fazer de tudo para colocar a VP na liga”. Wiktor “TaZ” Wojtas provocou o sueco rebatendo que assim eles “teriam uma chance de nos vencer online”.