Na noite de ontem (24), hackers do grupo Sh4dowNetwork postaram no Twitter uma lista enorme com nomes, nicks, senhas e e-mails de pessoas que utilizaram serviços de elojob em League of Legends. Desde então, a rede colocou no ar outras listas, incluindo com apenas os e-mails dos envolvidos, de clientes a “elojobbers”.

Caso queiram acessar a lista, segue o link do twitter onde foi divulgado a lista:

Acesse Aqui

Os hackers conseguiram acessar dados de uma empresa de pequeno porte especializada no serviço. Além disso, o documento inicial já havia sido publicado no fórum oficial de League of Legends, mas sua postagem foi apagada.

Por conta do vazamento, usuários no Twitter e no Facebook estão relatando que diversas contas já começaram a ser banidas, incluindo de streamers famosos. No total, segundo as listas, são mais de 3.200 pessoas envolvidas.

Serviços de elojob envolvem o pagamento para jogadores ou entidades em troca de uma elevação no sistema de elo do jogo, o que acaba desequilibrando o modo competitivo. O envolvimento com tais tipos de serviço são completamente proibidos para jogadores profissionais.