O que uma equipe de League of Legends faz para conseguir ser tão regular? Depois de uma emocionante semifinal contra a equipe da Pain, os intrépidos vão para sua quinta final consecutiva de CBLOL, existe algum segredo para tamanho sucesso?

 

Mas como a INTZ se mantém no topo em um campeonato tão competitivo??

Alguns fatores devem ser levados em consideração, e vou descrever alguns que podem ser o segredo do sucesso da INTZ. Vamos lá?

1 – Treinamento

A equipe da INTZ, como outras equipes, treinam muito. A diferença entre o treinamento não é muito diferente. Mas a INTZ não treina apenas o “arroz com feijão”. Seus bootcamps fora do Brasil expandem o conhecimento para além do CBLOL. Eles aprimoram o conhecimento, trazendo mais novidades para seus jogos aqui no Brasil.

2 – Treinador

No sucesso dos intrépidos, não podemos deixar de destacar o trabalho impecável que Alex ‘Abaxial’ Haibel vem desempenhando. O coach americano tem uma grande parcela de “culpa” no sucesso da INTZ.

Um fato interessante é a forma de trabalho do Abaxial. Ele dá muita liberdade ao time. Não é um poder de autoridade, é um poder de companheirismo.

Confira como é interessante a escolha de picks e bans da INTZ:

3 – Sincronismo

Todo Split do CBLOL as cadeiras balançam. E a INTZ continua a mesma. Ela tem mantido sua base. A única mudança do time de 2015 para hoje foi a saída e depois retorno do Gabriel “REVOLTA” Henud.
Manter a mesma base é a certeza de uma equipe sincronizada. Que entende seus companheiros, pois jogam por um bom tempo e, assim conseguem vitórias. Micao e Jockster são o exemplo de sincronia absoluta durante suas partidas.

4 – Revolta

Um jogador que era totalmente decacreditado por todos, agora ocupa a cadeira de um dos maiores destaques no cenário brasileiro de League of Legends.
Revolta é um jungle extremamente versátil e habilidoso. Na maioria das partidas desequilibra e é o destaque dessa equipe, provando como um atleta pode se renovar, se reinventar e obter o sucesso com trabalho duro.
 
Confira abaixo uma jogada mitológica do Revolta:

5 – Fatores Externos

A INTZ mantém sua equipe independente. Ela não é influenciada por fatores administrativos e externos. No primeiro Split do CBLOL, a equipe sofreu nos treinamentos, pois as outras equipes não queriam treinar com eles, devido a problemas administrativos (caso INTZ Red) que tiveram. Isso poderia abalar a equipe. Mas eles superaram isso com muito treinamento e conquistaram o título.

6 – Profissionalismo

Após a vitória sobre a Pain no último domingo, em sua página oficial, a INTZ veio a público agradecer a torcida, mas também veio pedir que a rivalidade entre equipes seja saudável. Para que não ocorra ofensas entre torcedores da INTZ e outros times. Isso mostra o respeito que a equipe tem com seus rivais. Pois ali todos são amigos e a rivalidade só rola apenas dentro de Summoners Rift.
 

Conclusão

Sei que existem inúmeros fatores que criam um time campeão. Listei alguns que valem ser destacados.

Acha que faltou algum? Comente!

Até