Antes de mais nada, isso não é uma má notícia aos amantes de League of Legends. Isso pode ser uma ótima notícia! Isso pode ser o que grande moba da Riot Games precisava para se tornar mais forte!

Diversas pesquisas no mundo mostram que o jogo mega popular da Riot Games vem caindo consideravelmente a cada mês de 2016. Isso se deve a 2 fatores:

Popularização de CS:GO e o lançamento de Overwatch, novo jogo da Blizzard.

Esses 2 jogos vem tirando o sono dos executivos da Riot e cada dia se tornam mais populares. Confira o gráfico de jogos mais jogados na Coréia do Sul:

League of Legends não é mais absoluto, como nos outros anos vinha sendo. Ele é ainda o jogo mais jogado no mundo, mas não absolutamente como era.

Qual o fator de queda tão grande?

Primeiramente, quero ressaltar que um jogo, que tinha 67 milhoes de usuários ativos não teria como não haver tóxicos. Isso é normal até com jogos bem menores e sei que a grande maioria são de jogadores amigáveis e dispostos a ajudar e se divertir.

Mas, o que aconteceu é que League of Legends se tornou uma referência de comunidade tóxica. Ser tóxico no jogo era uma regra. Não existia uma vez que entrava em uma partida que os jogadores não começavam a se ofender, mesmo vencendo partidas e, piorava muito quando perdiam.

Ser tóxico era ser de uma comunidade diferente do LOL. Ofender a todos e não ouvir ninguém era normal. Mas isso foi tomando proporções absurdas e as pessoas foram deixando de jogar por isso. Isso pra mim, é o principal fator de League of Legends estar perdendo tantos jogadores.

E como isso pode ser uma ótima notícia?

Pelo simples fato que League of Legends jamais desaparecerá, ele se tornou uma cultura.
Com a diminuição do número de jogadores, ficarão jogadores que realmente amam o lolzinho, a comunidade ficará cada dia mais forte, ficando apenas jogadores dispostos a ajudar e crescer juntos no game.

Então, independente do que aconteça no futuro, League of Legends estará lá. Já dizia um amigo meu: “lolzinho é vida!”