Com objetivo de criar uma conexão entre o jovem estudante gamer com as universidades através do E-sport, a Global Games Club criou uma Liga Universitária de League of Legends, o projeto conta com o apoio da Riot Games Brasil e a participação da Agência X5.

A competição conta com a participação de quatro universidades brasileiras que se enfrentarão em partidas online, com final presencial em dezembro de 2016 na MAX5, a maior arena de games da América Latina, em São Paulo.

O projeto que visa unir educação com eSport, direcionado ao público gamer e estudantes de todo o território nacional, com duas propostas bem definidas: educação através de conteúdos e entretenimento. A premiação será de R$ 10.000,00 e com a possibilidade de bolsa de estudos para os vencedores. As partidas serão iniciadas amanhã(10).

“O objetivo é abrir um canal entre o jovem estudante gamer com as universidades, através do esporte”, disse Gabriel Ghames, um dos diretores do projeto, por meio de assessoria de imprensa.

As universidades convidadas para essa fase beta da competição são Mackenzie (São Paulo), UNESA (Rio de Janeiro), Faculdade Cidade Verde (Paraná) e FIC – Estácio (Ceará).

Em formato de disputas MD2 (melhor de dois), a fase inicial da Liga contará com pontos corridos e cada vitória equivalerá a três pontos na tabela, enquanto o empate soma apenas um ponto para as equipes que se enfrentarem, já os perdedores não somam pontos.

O primeiro jogo, entre as faculdades FCV (Paraná) e Estácio (Ceará) acontece neste sábado (10/09) às 14h via streaming e conta com a narração de William “gORDOx” Lemos e Flávio “p3po” da Silva.

Serão 24 jogos, contando com disputas de ida e volta entre todos os times na fase de pontos. Em 2017 outras universidades brasileiras de 12 estados já estão confirmadas, e três países da América do Sul também integrarão a tabela, tornando o campeonato internacional.