O mundo competitivo de Overwatch está passando por constantes mudanças, entretanto essa estratégia pode colocar ao fim o balanceamento do game e provavelmente a Blizzard deverá fazer mudanças.

Até pouco tempo, a composição tradicional em partidas competitivas era dois tanques, dois personagens de ataque e dois de suporte, (Conhecida por 2-2-2). Entretanto, uma nova combinação que parece estar dominando os campos de batalha é a utilização de três tanques e três suportes no jogo.

A estratégia consiste em usar três tanques, sendo um Reinhardt, e três suportes, sendo uma Ana. Feito isso, é só começar a partida e ir curando os tanques até o Ult da Ana encher, usá-lo no Reinhardt e transformá-lo numa máquina de destruição que acaba com tudo e com todos em 2 ou 3 golpes de martelo.

Como a maioria dos personagens anti-tank tem perdido popularidade nos cenários competitivos, essa estratégia é extremamente efetiva, pois estamos falando de uma combinação de personagens que acabou tirando completamente o equilíbrio das partidas.

Em entrevista, o jogador Artur “art1er” Bischof, do Team Dignitas disse:

“Nós chamamos o Meta triple tank de cancer Meta. Esse meta não faz muito sentido ao nosso ver. O tank vai na frente, leva dano, Ana cura ele até que ela chega no Ultimate e usa ele no Tank. Isso não tem a ver com habilidade, já que duas ou três porradas do martelo matam todo mundo, é apenas um abuso da mecânica do jogo”.

Bischof acrescenta que algo precisa ser feito contra essa estratégia.

Até o momento, a melhor estratégia para contra-atacar o triple tank parece ser colocar pressão em cima da Ana, mas não é a tarefa fácil quando o time tem três tanks na proteção.