Sejuani foi desaleitada em privação e educada em barbaridade. Onde outros sucumbiram à rispidez de Freljord, Sejuani foi enrijecida por ela até que a dor se tornou força, a dor se tornou encorajamento e o frio um aliado em afastar os fracos. Através de suas provações, ela aprendeu que, para sobreviver ao inverno interminável, é necessário se tornar tão frio e implacável quanto o próprio. Aos olhos de Sejuani, seus seguidores ou tem o vigor para resistir ou o direito de morrer. Uma vez que ela tenha conquistado Freljord, ela sabe que os sobreviventes formarão uma nação a ser temida.

Ainda criança, a líder da Garra do Inverno viu o contingente de sua tribo diminuir pouco a pouco. O frio e a fome levaram a todos, exceto os mais resistentes. Ela foi a única de seus irmãos a sobreviver até os dez anos de idade, fazendo com que ela tivesse certeza de que morreria em penúria. Desesperada, ela buscou conselho espiritual com a mística de sua tribo. Mas a vidente não previu a morte de Sejuani. Em vez disso, ela profetizou que Sejuani um dia conquistaria e reuniria as tribos divididas de Freljord.

Armada com fé absoluta em seu destino, Sejuani levou a si mesma a extremos que teriam matado qualquer um sem sua determinação em resistir. Ela atravessou nevascas sem se alimentar, sem peles e treinou enquanto ventos frígidos rasgavam sua pele. Ela lutou contra os guerreiros mais fortes de sua tribo, um após o outro, até que suas pernas deixaram de sustentá-la. Quando ela assumiu a liderança de sua tribo, Sejuani comandou seus guerreiros a seguirem seu exemplo. Sob seu governo, a tribo se tornou mais forte do que jamais foram.

No fim das contas, foi uma proposta de paz – em vez de um ato de guerra – que iniciou a campanha de conquista de Sejuani. No primeiro dia de inverno, enviados da tribo de Ashe se aproximaram do acampamento de Sejuani trazendo um presente de grãos avarosianos. A intenção de Ashe era clara: se Sejuani se unisse à sua tribo, a Garra do Inverno nunca mais passaria fome. Para Sejuani, o presente foi um insulto. Ela viu, na tribo de Ashe, homens e mulheres, insignificantes e fracos, que preferiam cultivar a lutar. Seu desdém por eles foi absoluto.

Sejuani reuniu seu povo e incendiou os grãos. Ela proclamou que a oferta de caridade de Ashe lhes traria somente fraqueza. Desfazendo os enviados de seus suprimentos, Sejuani os enviou de volta com uma mensagem: a Garra do Inverno provaria aos avarosianos que somente os fortes merecem sobreviver em Freljord. Conforme queimavam os grãos, Sejuani caminhou com sua tribo para infligir a primeira de muitas lições dolorosas.

”Eu fui esculpida do gelo, moldada pelas tempestades e enrijecida pelo frio.”
– Sejuani

Spells

spells-shaco

Itens

itens-sejuane

Runas

runas-shaco

Counters

sejuane-counters

Habilidades

sejuane-habilidades

Talentos

talentos-sejuane