A SKT Telecom T1, estraçalhou a equipe Counter Logic Gaming, da América do Norte, por 3-0 para ser coroada a campeã do Mid-Season Invitational 2016 de League of Legends, em Xangai, China.

 
 
 
A equipe era favorita ao chegar ao torneio, após um primeiro dia de vitória, eles mostraram que sangram. Royal Never Give Up, equipe chinesa, fez o impensável e venceu a SKT.

Depois disso, ficaram acuados e perdidos nas partidas. Assim perderam quarto partidas em sequência na Fase de Grupos. Duas vezes para a Flash Wolves, uma para a Royal e outra para a CLG

No entanto, não é a toa que eles são os melhores do mundo. A equipe é uma das mais adaptáveis, trocavam de táticas em um piscar de olhos durante as partidas. Mesmo em suas derrotas, eles davam muito trabalho as outras equipes.
 

A Final – o retorno de Faker

 
Uma luta mal iniciada pela CLG fez com que a SKT atropelasse-os, e conquistasse a primeira partida.

Na segunda partida, eles pegaram exatamente a mesma composição da partida anterior. Curiosamente foram os Picks e Bans mais rápidas da história do torneio. Neste jogo foi a CLG que ditou o ritmo no começo, mas as contradições em sua composição ainda pesavam. Poppy e Ekko queriam entrar nas lutas, enquanto Soraka e Nidalee preferiam ditando o ritmo atrás. O resultado foi mais uma vitória da equipe coreana.

Na segunda partida, os picks e bans mudaram. A CLG baniu Ezreal, mas fez isso a custo de deixar o Ryze de Faker aberto – um campeão que ele estava até então imbatível no torneio – e eles se arrependeriam por isso. Huhi não conseguiu responder a altura com sua Cassiopeia, e o Ryze acabou a partida com um estrondoso 6/1/8. A CLG lutou bravamente mas não foi dessa vez que tirariam o título da maior de mundo.

A SK Telecom T1 conquista mais um título, mantendo a hegemonia coreana. Mas as outras regiões do mundo se mostram cada dia mais competitivas.O técnico da SKT, Kkoma disse: “No Mundial, qualquer coisa pode acontecer”. Todas as regiões parecem fortes, e não há favoritos.