Há um mês, a comunidade de League of Legends pôde acompanhar uma das semifinais da 1ª Etapa do CBLoL 2016, mas também pôde conferir a primeira edição do campeonato feminino Rexpeita Elas, idealizado e organizado por Júlia Gandra Neves

Com o desejo de ajudar as invocadoras a participarem mais do competitivo do Lolzinho, o campeonato contou com 22 equipes – um número bem maior do que o esperado pela organização -, que por sua vez eram compostas de jogadoras de diferentes níveis, de desconhecidas a famosas, como a caçadora da CNB Brutalizer, Vittória “Nio” Dutra, e a manager da Remo Brave e-Sports, Natália ‘naat1’ Franco.

Após dois dias de disputas, o torneio terminou com a vitória do time Mothership, mas o competitivo como um todo também saiu ganhando. “Depois do torneio me sinto realizada, pois muitas meninas passaram a se conhecer e começaram a formar equipes para treinar, é muito bom ver isso… sinto que meu objetivo de unir as mulheres que jogam LoL foi alcançado”, explicou Júlia.

Entretanto, como tudo na vida, o Rexpeita Elas também teve seus problemas. As reclamações de quem jogou e/ou acompanhou o campeonato incluíam a demora no começo das partidas, a falta de um administrador no chat da stream (que ficou cheio de homens zoando as jogadoras), piadas ruins e ofensivas das narradoras, silenciamento das reclamações, diferenças enormes de elos e até preconceito entre as próprias jogadoras.

Segundo Júlia, alguns problemas já eram esperados, pois a organização nunca havia feito nenhum campeonato antes e era praticamente composta por duas pessoas. “Foi o nosso momento de errar para saber onde devemos priorizar e ver como de fato um torneio funciona”, explica. Além disso, afirma que a organização está aceitando sugestões e críticas e que já começou a buscar novos voluntários para que tudo ocorra melhor nas próximas edições do torneio (para saber mais acesse o fb das garotas: Rexpeita Elas – FB).

Sobre as narradoras, a organizadora ressaltou “que elas não eram profissionais” e se voluntariaram para ajudar.

“Somos muito gratos a elas e a todos que nos ajudaram, compartilharam e divulgaram o torneio”

finaliza.

 

[Fonte: ESPN Games]