Existem muitos guerreiros que se tornam famosos por sua força, astúcia ou habilidade com armas. Outros, porque simplesmente se recusam a morrer. Urgot, que já foi um grande soldado de Noxus, é um desses casos. Acostumado a entrar de cabeça nas linhas inimigas, Urgot levou o caos durante as batalhas, sempre adquirindo ferimentos graves no processo. Quando seu corpo não aguentou mais tanto abuso, o aleijado Urgot foi delegado à posição de Alto Executor de Noxus. Quando isso aconteceu, suas mãos estavam destruídas e ele mal podia andar. Enxertos em formato de foice foram colocados em seus membros para que ele pudesse continuar com seu sanguinolento trabalho.

Urgot finalmente teve que enfrentar a morte no que deveria ter sido sua hora mais grandiosa. Devido ao seu passado servindo o exército, ele costumava acompanhar deslocamentos em territórios estrangeiros para julgamentos. Após emboscar um exército inimigo, Jarvan IV, Príncipe Herdeiro de Demacia, caiu nas garras da divisão de Urgot. Distante demais de Noxus para arriscar o transporte, Urgot se preparou para acabar com seu prisioneiro. Mas no último instante, a Vanguarda Destemida, liderada por Garen, o Poder de Demacia, interveio e Urgot foi partido em dois pelo zeloso guerreiro, enquanto abria espaço para salvar seu príncipe. Em reconhecimento pelo serviço prestado, os restos do executor foram enviados à Academia Sombria para reanimação. Mas uma vida de abuso fez com que seu corpo ficasse em estado catastrófico, se tornando um problema para os necromantes. O erudito vigente de Zaun, o professor Stanwick Pididly, ofereceu uma solução. Dentro dos laboratórios de Pididly um novo corpo terrível foi forjado para Urgot. Agora ele é tão máquina quanto homem, e chegou a League of Legends em busca do homem que acabou com sua vida; e com energias necromânticas correndo por suas veias.

”Podemos reconstruí-lo. Nós temos tecmaturgia.”
— Professor Stanwick Pididly

 

Spells

Counters

Habilidades

Itens

Runas

Talentos